Outubro Rosa: Consumo de alimentos verdes pode diminuir as chances do aparecimento de câncer

A nutricionista orienta que a alimentação saudável deve ser incentivado ainda na infância.

21 de outubro de 2019   

O Outubro Rosa, campanha destinada à conscientização e combate ao câncer de mama, é uma oportunidade para fazer um alerta sobre a doença. A alimentação é um dos fatores para o aparecimento dela, assim como pode ser uma forma de evitá-la, caso se adote um consumo de alimentos recomendados. É o que explica a nutricionista Iraci Sabino, da Hapvida, sobre a Oncologia.

“O câncer é ocasionado por vários fatores, inclusive alimentação. Existem fatores médicos, estresses, exposição solar excessiva e outros fatores. A gente é o que come. Então se atualmente desembrulhamos mais, e descascamos menos, significa dizer que estamos consumindo mais produtos industrializados, e menos comida de verdade”, alerta Iraci.

O câncer, de acordo com a especialista, por vezes é difícil de ser detectado. No câncer de mama, muitas mulheres demoram para chegar ao diagnóstico. Para a nutricionista, essa doença se concretiza pelo fato de que a maioria das vezes as pessoas deixam de ter uma alimentação mais saudável, devido a correria do dia a dia, além das condições financeiras. “Que por vezes repercute no hábito alimentar. As pessoas hoje buscam consumir produtos com muita gordura, fritura, açúcar, e isso pode causar sérios problemas na saúde, inclusive o câncer”, sublinha.

Recomendações

Para evitar as chances de ter câncer, ou eliminar essa possibilidade, a nutricionista orienta que a alimentação saudável deve ser incentivado ainda na infância. “Nós temos que educar nossos filhos a comer comida de verdade, a evitar muito sal, frituras refrigerantes, e outros produtos que tem alto teor de sódio e corantes”, destaca.

Iraci recomenda o consumo de frutas, verduras, legumes e alimentos proteicos. “Mas é preciso de uma orientação de como comprar. Porque, às vezes, se compra uma verdura que vem mais tóxicos, do que gordura. A gente precisa ter esse cuidado, de se ter toda uma higienização de verdade”, alerta, acrescentando que ‘’quanto mais colorido o prato, menos doenças”.

Para as pessoas que foram diagnosticadas com câncer e fazem quimioterapia ou radioterapia, Iraci Sabino diz que a hidratação  é importante. A especialista também lembra que é preciso fazer uma higienização correta da boca, especialmente da língua, para evitar a incidência de aftas. “Muita água, se hidratar. Muitos sucos, mas na temperatura do corpo. E consumir produtos verdes”, completa, explicando que esses produtos ajudam no processo de oxidação do corpo.

Assessoria