POCINHOS: Memel Chaves diz que a gestão de Eliane Galdino é da maquiagem e lamenta falta de medicamentos na farmácia básica

O vereador e líder da oposição Ramatis Chaves (Pros), O Memel, voltou a criticar a gestão de Eliane Galdino

23 de novembro de 2021    [post-views]

Vereador Ramatis Chaves, O Memel. Foto: Assessoria Câmara de Pocinhos

O vereador e líder da oposição Ramatis Chaves (Pros), O Memel, voltou a criticar a gestão de Eliane Galdino, em Pocinhos. Na última sessão ordinária o parlamentar reafirmou que a gestão municipal é da maquiagem e apontou falhas grotescas na pasta da saúde.

“O caos impera na saúde, a farmácia básica não tem psicotrópicos (controlados), não tem antibióticos, inflamatórios, não têm praticamente nada, os PSF’s faltam médicos, muitos deles fazendo consultas através de vídeo chamadas, isso está chegando a beira do caos”, detonou.

Memel, que qualifica a gestão como da maquiagem, também apontou falhas na pasta da agricultura. “Falta assistência aos mais carentes, principalmente, as pessoas humildes e agricultores, onde sofrem com a falta d’água e de assistência por parte da prefeitura municipal”, apontou.

O parlamentar lamentou a ausência da prefeita e da secretária de saúde. Segundo ele, as mesmas não moram na cidade e limitam o expediente. “A própria prefeita não mora no município. A secretária de saúde não mora no município, essa que dá apenas um dia ou no máximo dois dias de expediente semanal na secretaria de saúde, quando vem atende apenas 08 (oito) pessoas, isso para uma população de quase 20 mil habitantes. Imoral”.

Memel enfatizou no pronunciamento que Agentes Comunitários de Sáude imploram por uma reunião com a prefeita, desde mês 09, mesmo tendo dois requerimentos protocolados por parte dos ACS, “mas a prefeita se faz que não sabe, nem ver, dar o silêncio por resposta”.

Redação

Leia mais: