POCINHOS: Memel Chaves diz que gestão municipal vem cometendo crime ambiental em permitir abandono de árvores

Publicado: 26/10/2021

O líder da oposição na Câmara Municipal de Pocinhos, o vereador Memel Chaves (Pros) acusou a gestão da prefeita Eliane Galdino (Avante) de abandonar e permitir mortes de árvores em uma área conhecida como Ipase. O parlamentar aponta que no local foram plantadas mais de cem árvores, sendo uma ação da gestão do ex-prefeito Cláudio Chaves Costa.

– Estão abandonando centenas de árvores que foram plantadas no terreno do Ipase. Essa gestão dessa família Galdino realmente não gosta do Ipase, alguns anos atrás eles derrubaram o Ipase e, agora, essas árvores que foram plantadas estão sendo abandonadas – apontou o vereador.

Memel relembrou que no local havia um sistema de irrigação, caixa d’água e área reservada. “Abandonaram todo esse sistema de irrigação, que era feito através de gotejamento”.

O líder da oposição ainda enfatizou que as árvores são nativas e muitas estão em extinção. O parlamentar garantiu que acionará o Ministério Público da Paraíba (MPPB): “Isso não passa de Crime Ambiental”.

OUTRA DENÚNCIA:

Memel garante que o município de Pocinhos está sendo usado como “Cabide de Emprego”, com intuito de garantir apoio político em cidades próximas.

Ele enfatiza que são mais de cem cargos disponíveis para pessoas de outros municípios, com o único objetivo de conseguir apoio para deputado estadual e federal.

O portal se coloca à disposição da gestão municipal para possíveis esclarecimentos pelo fone 98762-7566 ou pelo email jornalistapb@uol.com.br

Redação

Leia mais:

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS