Presidente da OAB-CG rebate fakenews espalhada por candidato da oposição

Publicado: 11/11/2021

A afirmação feita pelo candidato da oposição de que a OAB de Campina Grande não tem uma Comissão de Direito Digital é inverídica, uma fakenews. Criada por unanimidade em uma reunião ordinária do Conselho de Campina Grande em outubro de 2020, a Comissão de Direito Digital, Internet, Tecnologia e Inovação é presidida por Wendley Steffan Ferreira dos Santos.

Citado pelo candidato da oposição durante live, o presidente da OAB-CG, Jairo Oliveira foi acusado de ter sido negligente com o tema. “Eu tive relatos de colegas advogados, jovens advogados e jovens advogadas que procuraram o presidente da OAB-CG para criar uma comissão de direito digital que não foi criada.”, afirmou o candidato da oposição. Surpreso, o interlocutor pergunta se a Comissão não existe e Rabello afirma que a OAB de Campina não tem a Comissão.

Para Jairo Oliveira, diante de cada mentira é preciso que se estabeleça a verdade. “Não podemos calar diante de fakenews. A campanha feita pelo nosso candidato Alberto Jorge tem sido inteiramente propositiva, focada nas propostas que darão um ganho no que foi conquistado até aqui. Infelizmente precisamos abrir espaços para não deixar passar mentiras sem reestabelecermos a verdade. E o fato é que temos sim uma Comissão de Direito Digital”, afirmou Jairo.

Jairo Oliveira, atual presidente da subsseção OAB/CG

O presidente da Comissão, Wendley Steffan, representa a OAB-CG no Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação. Criada durante período da pandemia, a Comissão realizou atividades de lives, palestras, cursos e entrevistas na imprensa local. Dentre os temas abordados tiveram o “Ataque hacker ao STJ e os impactos da tecnologia no novo modelo de advocacia”, “Direito digital e a proteção de dados pessoais”, “Implementando o LGPD: por onde começar” e “Validação das provas digitais em processos”.

“Desde a fundação nós ouvimos os anseios da advocacia e buscamos soluções práticas para a classe, uma delas foi a diminuição nas custas cartorárias em relação a forma de obtenção de provas em ambiente digital, saindo do antigo modelo de ata notarial para um modelo on-line, que possibilita o cidadão comum e o advogado obter provas com laudos e criptografia. Fomos inúmeras vezes a público trazer informação sobre LGPD, Segurança da Informação, Data Protect e afins… tivemos a presença de um dos grandes nomes da advocacia no direto digital que é o Dr. Luiz Augusto D’Urso, que proporcionou uma mudança de mindset para os advogados locais, tendo como viés principal a evolução e preparação do advogado Campinense”, relatou Wendley Steffan.

Redação com Assessoria

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS