Sintab de Esperança solicita participação de funcionários, indicados pelo sindicato, para compor comissão de criação da Lei Previne Brasil

Um dos principais objetivos do Previne Brasil é estimular os municípios a cadastrarem mais usuários nos postos de saúde do Brasil

23 de abril de 2021   

O Sintab de Esperança, enviou nesta sexta-feira (23), um ofício (na integra no final da matéria) solicitando a participação de funcionários indicados pelo sindicato na comissão que irá construir a Lei Previne Brasil no município; essa nova lei substituirá o PMAQ. O Ministério da Saúde está garantindo a assistência aos municípios brasileiros em 2021 por meio do Previne Brasil, programa de financiamento dos serviços da Atenção Primária.

Um dos principais objetivos do Previne Brasil é estimular os municípios a cadastrarem mais usuários nos postos de saúde do Brasil e ampliar o vínculo entre pacientes e equipes de saúde, equilibrando os valores financeiros per capita referentes à população cadastrada e incentivar a adesão a programas específicos, como o Saúde na Hora (ampliação do horário de atendimento nos postos de saúde), o Informatiza APS (dados digitais dos pacientes pelo Prontuário Eletrônico) e o Consultório na Rua.

Os incentivos financeiros, liberados ao longo do ano, poderão ser utilizados para ampliar o acesso e qualificar o atendimento nos mais de 41 mil postos de saúde distribuídos pelo país. Por ser de tamanha importância e abrangência essa lei, se faz necessário a participação de membros/funcionários indicados pelo sindicato para discutir e representar a classe de profissionais da área da saúde.

Além disso, o presidente do Sintab, professor Sandro, participou de uma reunião virtual com o advogado da instituição Bruno Veloso e os auxiliares de saúde bucal (ASB), para discutir os caminhos que serão percorridos na busca da implantação da insalubridade dos mesmos.

Redação