Sóstenes Murilo diz que vereador usou de manobra para ganhar tempo no projeto que pretende extinguir taxa de iluminação

Sóstenes argumenta que pela ineficiência da prefeitura de Pocinhos a taxa de luz deve ser abolida das contas de energia elétrica dos consumidores pocinhenses.

9 de fevereiro de 2018   

Sóstenes é vereador em Pocinhos pelo PSB.

Para o vereador Sóstenes Murilo (PSB), o irmão do prefeito de Pocinhos e, também vereador, Ramatis Chaves (PTB), pediu vista do projeto que pede a extinção da taxa de iluminação pública, já inclusa nas contas dos consumidores, para dificultar a aprovação já prevista pelos demais colegas da casa.

– O projeto ia para votação na última quinta-feira, no entanto, o irmão do prefeito, que é vereador, pediu vista, pelo fato que tinha consciência que o projeto seria aprovado pelos demais colegas daquela casa. Isso foi uma manobra – desabafou.

O projeto foi apresentado na última quinta-feira, dia 08. Sóstenes justifica que são inúmeras às reclamações por parte da população em relação a manutenção do serviço prestado pela Prefeitura, como por exemplo, a reposição de lâmpadas que dificilmente ocorrem. “É injusto a gestão municipal receber a taxa referente a iluminação sem prestar um serviço de qualidade”, defende.

 

Redação.