Vereador de Pocinhos acusado por correligionários de Adriano Galdino é inocentado na justiça

Ouvido pela reportagem, Ramatis diz receber com tranquilidade o resultado do julgamento

17 de setembro de 2019   

Ramatis Chaves é irmão do prefeito de Pocinhos, Cláudio Chaves. Foto: reprodução redes sociais.

O vereador de Pocinhos Ramatis Chaves (PTB), que atualmente responde pela secretaria de infraestrutura, foi inocentado pelo crime de ameaça.

Segundo os autos, o vereador teria ameaçado com um objeto com aparência de arma de fogo as vítimas Demétrio Costa Soares, Daymon da Costa Vasconcelos e Carlos César de Araújo Santos, ambos correligionários do deputado e presidente da ALPB, Adriano Galdino (PSB). O fato ocorreu no dia 28 de Outubro de 2014.

Ramatis, que havia sofrido uma condenação pelo Juiz Luiz Gonzaga Pereira de Melo Filho, da Comarca de Pocinhos, recorreu e foi inocentado. “A Turma Recursal em Campina Grande acolhe recurso interposto pelo vereador Ramatis Chaves e reforma decisão proferida pelo Juízo de Pocinhos absoovendo-o de fato ocorrido ainda no pleito eleitoral de 2014”.

A tese defensiva, que ficou a cargo do advogado Alberto Jorge Santos Lima Carvalho, foi acolhida a unanimidade pela Turma Recursal que absolveu o vereador.

Ouvido pela reportagem, Ramatis diz receber com tranquilidade o resultado do julgamento, pois sempre teve consciência dos seus atos e sempre manteve sua crença na justiça paraibana bem como na competência de seu advogado

Redação