Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Paraíba já registrou mais de 2,7 mil casos de arboviroses este ano e três mortes por dengue

Dentro do total de casos prováveis de arboviroses registrados atualmente na Paraíba, há de 19 casos com sinais de alarme e gravidade.

Publicado: 05/03/2024

FOTO: REPRODUÇÃO

A Paraíba já registrou 2.701 casos de arboviroses apenas em 2024. Segundo dados entomológicos atualizados, a dengue foi a responsável por três mortes. A primeira vítima foi uma mulher de 24 anos, da cidade de Camalaú. Em seguida faleceram outra mulher de 42 anos, no município do Conde e um homem de 60 anos em Campina Grande.  Também foi confirmado um óbito por chikungunya. A vítima foi um homem de 57 anos.

Dentro do total de casos prováveis de arboviroses registrados atualmente, há de 19 casos com sinais de alarme e gravidade, sendo 11 pacientes de João Pessoa, um de Cabaceiras, um de Camalaú, dois de Campina Grande, um do Conde, um de Guarabira, um de Mamanguape e um de Pombal.  Ainda dentro desse número, 2.419 são prováveis casos de dengue, 266 de Chikungunya e 16 de Zika.

Existem também três óbitos em investigação no momento por suspeita de arboviroses. Uma mulher de 35 anos de Campina Grande, deu entrada no Hospital Municipal Pedro I, com sinais de gravidade. Em João Pessoa, uma bebê de 1 ano e 4 meses, deu entrada no Hospital Municipal do Valentina, com sinais de alarme e o resultado de exame ainda é aguardado. Um idoso de 85 anos, vindo de Pocinhos, deu entrada no Hospital de Trauma de Campina Grande, faleceu e o resultado do exame para dengue ainda não saiu.

Atualmente, dos 223 municípios paraibanos, 166  (74,4%) encontram-se em situação de alerta ou risco de dengue e 57 municípios (25,6%) em situação satisfatória.

Por Mônica Melo

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS