Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Polícia Civil esclarece o crime de homicídio de Remígio e autua em flagrante delito a filha da vítima

Publicado: 30/06/2023

A Polícia Civil do Estado da Paraíba, representada pela Seccional de Esperança, através do GTE/Homicídios, prendeu em flagrante delito a filha de dona Ednalva Moreno, residente na cidade de Remígio.

O Delegado Dr. Danilo Orengo informou que inicialmente as equipes foram acionadas na manhã de ontem, dia 29, dando conta que uma mãe e a sua filha estariam lesionadas por instrumento de arma branca. A mãe, Dona Ednalva, teria sido atingida com vários golpes e teria caído ao chão logo próximo a sua residência, enquanto a sua filha teria sido atingida na coxa direita. Ambas foram socorridas pra o Hospital de Traumas de Campina Grande.

Dr. Danilo Orengo conta que por volta das 13:30 horas, chegou a informação que Dona Ednalva não teria resistido e faleceu. Segundo ele, tinham informações de um histórico de tentativas de suicídio por parte dela, as informações que ela teria se esfaqueado por duas vezes há algum tempo, sugerindo que a situação fosse proviniente de uma autolesão. Em sintonia com o IML, através do Dr. Márcio, foi constatado que a vítima tinha 6 (seis) leões de instrumento de arma branca, sendo 4 (quatro) deles, na parte das costas da vítima, quando foi descartada imediatamente a questão de possível suicídio.

Durante várias oitivas, realizadas no dia de ontem, enquanto a principal suspeita se encontra internada no Hospital de Traumas, a equipe foi até o local e ela afirmou que um homem com tatuagem no pescoço teria entrado na residência delas e que ele seria o autor do crime. Diante da informação, acionamos o IPC/Campina Grande para realizar uma vistoria no local do crime, momento que foi constatado que não teve nenhum arrombamento na residência e também não tinha como alguém ter entrado pela parte da frente da casa, distorcendo os fatos.

Com a alta médica da suspeita, ela foi encaminhada para a Seccional de Esperança, momento que foi interrogada sobre os fatos e ainda tentou segurar a situação de que um homem teria entrado na residência delas e ter cometido o crime. Com o trabalho realizado pela Polícia Judiciária, ela confessou o crime e detalhou toda a situação. Afirmou que a sua mãe teria surtado e inicialmente teria tentando atingi-la com golpes de faca e, ao se defender, acabou atingindo a sua perna. Disse ainda que conseguiu tirar a faca de sua mãe e a empurrou, quando acabou desferindo vários golpes contra ela. A presa se mostrou arrependida com a situação e transtornada. Agora ela será encaminhada para a Carceragem da Central de Polícia e aguardará a audiência de custódia.

Com Assessoria de Imprensa

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS