Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Polícia investiga estupros em série cometidos por homem em comunidade de Santa Rita, na PB

Polícia Militar afirma que homem é foragido e teria rompido a tornezeleira eletrônica oito dias atrás, quando passou a violentar mulheres. Pelo menos três estupros teriam sido cometidos.

Publicado: 21/03/2024

Foto: Felícia Arbex/TV Cabo Branco

A Polícia Civil está investigando uma série de estupros supostamente cometidos por um homem foragido em Santa Rita, na Grande João Pessoa. Segundo a Delegacia da Mulher (DEAM) da cidade, um inquérito está em andamento para investigar fatos ocorridos. A Polícia Militar disse que ele teria cometido pelo menos três estupros em uma comunidade no bairro de Tibiri.

A Coordenadora das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher da Paraíba disse que ao g1 que o caso está sendo investigado pela Polícia Civil e que, no momento, detalhes não podem ser divulgados para preservar o andamento da investigação.

Conforme informações da Polícia Militar, o homem é foragido da Justiça e usava uma tornozeleira eletrônica já que cumpria pena pelo crime de roubo. Ele teria rompido a tornezeleira oito dias atrás, quando começou a cometer as violências sexuais.

O homem teria violentado as mulheres em terrenos baldios da comunidade. Além disso, ele teria invadido as casas de outras vítimas e as rendido. Ele foi identificado através de uma câmeras de segurança após sair da residência de uma das vítimas.

O comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar de Santa Rita, o Coronel Lima, disse que chegaram à identificação do suspeito por meio de imagens de câmeras de segurança. O coronel afirmou também que outras vítimas podem aparecer com o decorrer das investigações.

A Polícia Militar e a Polícia Penal estão auxiliando as investigações feitas pela Polícia Civil. As autoridades policias pedem calma ao moradores.

Como denunciar violência contra a mulher

As denúncias de casos de violência contra a mulher podem ser feitas por telefone, por meio dos seguintes números:

➤ Emergência: ligue 190 para falar com a Polícia Militar

O atendimento telefônico é gratuito e imediato. A central 190 funciona 24 horas.

➤ Ligue 180: Central de Atendimento à Mulher

Outro meio para denunciar os crimes de violência doméstica é ligar para o 180, a Central de Atendimento à Mulher, do governo federal.

O serviço registra e encaminha denúncias aos órgãos competentes e fornece informações sobre os direitos das mulheres, bem como os locais de atendimento mais próximos e apropriados para cada caso, como as Delegacias de Atendimento à Mulher (Deam).

➤ Ligue 197: Disque Denúncia da Polícia Civil

Além disso, na Paraíba o aplicativo SOS Mulher PB está disponível para celulares com sistemas operacionais Android e IOS e tem diversos recursos, como a denúncia por formulário e e-mail.

As informações são enviadas diretamente para o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, que fica encarregado de providenciar as investigações.

Com g1 PB

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS