​Ministério Público investiga Livânia Farias por pagamentos indevidos de mais de R$ 1,6 milhão

Publicado: 17/12/2021

Livânia Farias é investigada pelo Ministério Público da Paraíba. (Foto: Reprodução)

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) instaurou um procedimento preparatório para investigar a ex-secretária Municipal de Finanças de João Pessoa e ex-secretária Estado da Administração, Livânia Farias, por pagamentos indevidos a um escritório de advocacia. O documento foi publicado no Diário Oficial Eletrônico do Ministério Público de ontem (16).

Livânia Farias é acusada de danos aos cofres públicos no montante de pouco mais de R$ 1,6 milhão por pagamentos indevidos ao escritório Bernardo Vidal Advogados, no exercício financeiro de 2009, quando exercia a função de Secretária de Finanças de João Pessoa.

Isso consta em processos do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba conforme portaria do MPPB. Esse documento foi assinado pelo 37º Promotor de Justiça da Promotoria de Justiça de João Pessoa Ádrio Nobre Leite.

Além de secretária de Finanças do Município de João Pessoa, Livânia Farias foi secretária de Administração na gestão do ex-governador Ricardo Coutinho e é uma das investigadas na Operação Calvário.

Fonte: ClicKPB

MAIS NOTÍCIAS:

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS