HERANÇA MALDITA: ex-prefeito de Montadas deixa dívida de mais de R$ 1,5 mi com INSS e prejudica gestão atual

Na última sexta-feira, dia 08, a prefeitura de Montadas fez o parcelamento da dívida em 60 vezes, pagando mensalmente o valor de R$ 27.811,86.

9 de novembro de 2019   

Jairo Herculano, ex-prefeito de Montadas

O atual prefeito de Montadas, Jonas de Souza (PSD), foi surpreendido com uma notificação dando conta que o município estava inadimplente com Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O ex-prefeito da cidade, Jairo Herculano de Melo (PSB), deixou de repassar ao Instituto as contribuições que somam o valor de R$ 1.668.711,60.

Jonas explicou que não contava com essa dívida e exatamente por não ter conhecimento não houve uma programação prévia da administração: “essa notificação nos pegou de surpresa, pois nossa administração cumpre rigorosamente com as obrigações. Realmente, é uma herança maldita e nós temos que regularizar essa situação para não prejudicar ainda mais o município”, frisou.

 O prefeito explica que se reuniu com a administração e finanças para tentar solucionar o problema o mais rápido possível.

Na última sexta-feira, dia 08, a prefeitura de Montadas fez o parcelamento da dívida em 60 vezes, pagando mensalmente o valor de R$ 27.811,86.

“Esse valor é obrigatoriamente pago com o Fundo de Participação do Município, o FPM, isto é, recursos próprios. Deixaremos de investir em outras áreas importantes da administração para honrar uma dívida deixada pela antiga gestão”.

O portal Se Liga PB teve acesso aos documentos que comprovam que o município de Montadas estava inadimplente com o INSS.

Verificamos que entre os anos de 2015 e 2016 não houve os devidos repasses. (veja abaixo).

CONFIRA PAGAMENTO FEITO PELA ATUAL GESTÃO:

Redação