MONTADAS: Advogado lamenta informações falsas e diz que responsáveis podem responder criminalmente

O advogado ainda chamou a atenção dos responsáveis pela publicação, enfatizando que quem divulgar notícia falsa poderá responder criminalmente

8 de setembro de 2019   

O profissional foi nomeado para ocupar o cargo de assessor especial, na procuradoria jurídica, no mês de agosto de 2019.

O advogado Leandro Luiz (foto) disse que recebeu com surpresa a informação de mensagens dando conta que ele recebeu R$ 27.000,00 (vinte e sete mil reais) da Prefeitura Municipal de Montadas no ano de 2019.

Nomeação agosto de 2019

O profissional foi nomeado para ocupar o cargo de assessor especial, na procuradoria jurídica, no mês de agosto de 2019.

Leandro garante que a informação é equivocada e atribui aos autores das postagens “Fake News”. “Algumas pessoas não comprometidas com a verdade têm veiculado que eu haveria recebido 12 (doze) empenhos antes desta nomeação, ocorrida agora no mês de agosto, totalizando um valor de R$ 27.000,00 (vinte e sete mil reais) da Prefeitura no corrente ano”, destacou.

O profissional justifica que os valores repassados em grupos de mensagens são referentes aos serviços prestados a Câmara Municipal da cidade, em 2016. “ Os valores constantes das imagens que têm circulado nos grupos de WhatsApp são valores percebidos durante o ano de 2016, de janeiro a dezembro daquele ano, quando prestei meus serviços de Assessoria Jurídica junto à Câmara Municipal de Montadas”, esclareceu.

O advogado prestou serviços para a Câmara em 2016

O advogado ainda chamou a atenção dos responsáveis pela publicação, enfatizando que quem  divulgar notícia falsa poderá responder criminalmente. “Antes de compartilharem informações falsas, fica o alerta: divulgar fake news pode sujeitar o autor da postagem a responder civil e criminalmente, além daqueles que, sabendo que a notícia é falsa, fazem a propagação desta”, informou.

CONFIRA NOTA NA ÍNTEGRA:

Na tarde deste domingo (08/09/2019), fui surpreendido por mensagens que estão circulando em grupos de WhatsApp do município de Montadas, as quais, segundo informações, noticiam que eu teria recebido R$ 27.000,00 (vinte e sete mil reais) da Prefeitura Municipal de Montadas no ano de 2019, e que somente no mês de agosto eu teria sido nomeado para o exercício de cargo de provimento em comissão junto à Edilidade.

Em um Estado de Direito todo mundo tem o direito a livre manifestação de pensamento assegurado pela Lei Maior, porém, em tempos de fake news, restabelecer a verdade dos fatos é indubitavelmente salutar.

Há alguns dias atrás, em conversa com o Exmo. Prefeito Jonas de Souza me foi feito o convite para prestar meus serviços profissionais junto à Administração Municipal, convite este que, após um franco diálogo, foi aceito sem nenhum embaraço. No entanto, algumas pessoas não comprometidas com a verdade têm veiculado que eu haveria recebido 12 (doze) empenhos antes desta nomeação, ocorrida agora no mês de agosto, totalizando um valor de R$ 27.000,00 (vinte e sete mil reais) da Prefeitura no corrente ano.

Partindo de uma análise coerente, durante o mês de 2019 decorreram apenas 08 (oito) meses, estando em curso o nono mês do exercício financeiro, o que logicamente torna impossível o recebimento de 12 (doze) empenhos consecutivos mensalmente. Além disso, os valores constantes das imagens que têm circulado nos grupos de WhatsApp são valores percebidos durante o ano de 2016, de janeiro a dezembro daquele ano, quando prestei meus serviços de Assessoria Jurídica junto à Câmara Municipal de Montadas, cujos dados, a bem da verdade, estão no SAGRES, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, acessível a todos os que tiverem a curiosidade e a decência de se certificar da veracidade dos fatos.

Tenho uma vida pública dedicada de forma devocional ao meu ofício, e mais ainda, à cidade de Montadas. Em 2008 tive a oportunidade de iniciar como Professor Substituto. Em 2010, fui Secretário Escolar da Escola Estadual. De janeiro de 2013 a janeiro de 2015 exerci minhas atividades na Prefeitura de Montadas, na gestão do ex-prefeito Jairo Herculano, e de janeiro de 2015 a dezembro de 2016, prestei Assessoria Jurídica à gestão do ex-presidente Ramalho na Câmara de Montadas. Aceitar o convite para dar minha contribuição me alegra por eu ter a oportunidade de ser ouvido. Lamento muito que em um tempo onde o acesso à informação tornou-se ferramenta disponível a todos por meio da rede mundial de computadores, ataques desta natureza ainda se propaguem como rastro de pólvora. Pior ainda, quando os ataques partem de pessoas que detêm laços consanguíneos ou de um grupo político a quem tanto servi.
Antes de compartilharem informações falsas, fica o alerta: divulgar fake news pode sujeitar o autor da postagem a responder civil e criminalmente, além daqueles que, sabendo que a notícia é falsa, fazem a propagação desta.
Sigamos em frente. Não serão as críticas que irão apagar minha história!

Leandro Luiz de Souza
Advogado

LEIA MAIS

Redação