MPF investiga ex-prefeito de Alagoa Nova por supostas transferências indevidas de recursos

O procurador da república Bruno Barros de Assunção comunicou que as investigações são decorrentes de supostas transferências indevidas de recursos

7 de fevereiro de 2018   

Ex-gestores são investigados pelo MPF.

O Ministério Público Federal (MPF) abriu procedimento investigatório para apurar denúncias de transferências indevidas de recursos pelo ex-prefeito de Alagoa Nova Kleber Herculano de Morais e o vice-prefeito na época Walfredo Leal Costa, entre março e dezembro de 2016.

O procurador da república Bruno Barros de Assunção comunicou que as investigações são decorrentes de supostas transferências indevidas de recursos repassados para implantação do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e Sistema de Abastecimento de Água, oriundos do Ministério da Integração Nacional.

Outro fator preocupante e, apurado pela nossa redação, é que consta que Alagoa Nova tem um CAPS em funcionamento, porém alguns moradores relataram que não existe esse serviço no município.

Redação.