Prefeito de Esperança descumpre decisão judicial, e não paga precatórios do Fundef aos professores. Sintab organiza carreata

Nobinho assinou um documento junto o Sintab, homologado pela Justiça, mas até agora não cumpriu a decisão judicial.

12 de julho de 2021   

Prefeito de Esperança, Nobinho Almeida

O prefeito de Esperança, Nobinho Almeida(Progressistas), não vem cumprindo com a palavra, em pagar o precatório do Fundef 2021, aos professores do município. Nobinho se comprometeu com o Sintab a pagar o precatório, inclusive chegou a assinar um documento homologado na Justiça de Esperança. (DOCUMENTO NO FINAL DA MATÉRIA)

O professor Sandro, diretor do Sintab Esperança, disse que o acordo foi firmado em uma Assembleia Virtual, com a presença de 130 professores efetivos e aposentados do município, já que os recursos para pagar os precatórios, cerca de R$ 7 milhões, foi liberado pelo TRF-5 e já está na conta da prefeitura.

“Tinha sido feito um acordo judicial entre o sindicato e o prefeito, homologado pela justiça de Esperança, aonde a prefeitura se comprometeu, no dia 22 de Outubro do ano passado, dez dias antes das eleições, a pagar 60% desse dinheiro ao magistério. Agora, que o dinheiro chegou, estamos lutando para que a prefeitura cumpra o acordo”, explica o sindicalista.

O professor Sandro ainda pontua que o dinheiro em questão também tem uma lei federal aprovada, prevendo que 60% do valor seja pago ao magistério e 40% para a educação.

No entanto, após não cumprir com a sua palavra, o Sintab anunciou que vai realizar uma carreta na próxima quinta-feira(15), a partir das 9h30, com concentração no campo da Rodoviária de Esperança. “Justamente para dizer que nós não aceitamos golpe, porque isso é golpe; prometer e assinar documento, decisão judicial. Temos a relação de várias cidades que estão pagando esse precatório, enquanto em Esperança temos que lutar para se cumprir o acordo judicial”, disse o professor Sandro.

Redação