Prefeitos decretam toque de recolher após avanço de casos da Covid-19 na Paraíba

No novo decreto, que passa a vigorar nesta segunda-feira (17), entre as principais mudanças quanto ao anterior estão a volta do toque de recolher, das 22h e 5h

17 de maio de 2021   

O prefeito de Cajazeiras, no Sertão do Estado, José Aldemir, publicou no Diário Oficial do Município desse domingo (16), um novo decreto com medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19 no município que voltou a registrar aumento de casos da doença, com superlotação de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

No novo decreto, que passa a vigorar nesta segunda-feira (17), entre as principais mudanças quanto ao anterior estão a volta do toque de recolher, das 22h e 5h, e o fechamento de bares e restaurantes, a partir das 18h, sendo liberado apenas venda por delivery após o horário.

De acordo com a 25ª avaliação do Plano Novo Normal, divulgada pelo Governo da Paraíba nesse sábado (15), o município saiu da bandeira amarela e passou a vigorar na laranja.(Clique aqui e acesse o novo decreto na íntegra).Baixar

Em Alagoa Grande
A prefeitura de Alagoa Grande, no Agreste paraibano, também publicou um novo decreto com medidas mais restritivas para tentar conter o avanço da doença. Entre os destaques do novo decreto está o toque de recolher, entre as 22h e 5h, além da restrição do horário de funcionamento do comércio. As medidas valem até 31 de maio.

Segundo o decreto, durante o período de vigência da norma, os deslocamentos das pessoas no horário do toque de recolher só devem ser feitos para atividades essenciais, devidamente justificadas, ficando o responsável pelas informações sujeito às penalidades legais caso não comprove a veracidade da justificativa.

Conforme a 25ª avaliação do Plano Novo Normal, divulgada no sábado (15), a cidade passou da bandeira amarela para a bandeira laranja. Até o domingo (16), a cidade registrava 2.877 casos e 52 mortes por Covid-19.

(Clique aqui e acesse o novo decreto na íntegra).


Redação/Portal Paraíba