Projeto de Lei de João Dantas homenageará escritora Lourdes Ramalho com nome de escola no Complexo Aluísio Campos

Nas redes sociais, João Dantas relatou que recebeu com profundo pesar a notícia do falecimento da escritora e dramaturga

9 de setembro de 2019   

O vereador João Dantas (PSD), líder da bancada governista na Câmara Municipal de Campina Grande, apresentou projeto de lei na manhã desta segunda-feira (09), onde Denomina de Escritora Lourdes Ramalho, uma das novas escolas a serem inauguradas no Complexo Aluísio Campos.

Nas redes sociais, João Dantas relatou que recebeu com profundo pesar a notícia do falecimento da escritora e dramaturga. “Foi ela quem me iniciou na dramaturgia. Em mais de seis décadas de dedicação apaixonada pelo universo do teatro, assinou dezenas de textos teatrais, nos mais variados gêneros”. Afirmou.

Maria de Lourdes Nunes Ramalho, mais conhecida literariamente como Lourdes Ramalho, foi professora, poeta, dramaturga e pesquisadora, nascida na década de 20 em Jardim do Seridó – Rio Grande do Norte. Em 1958 fixou residência em nosso município, cidade onde viveu até o seu último dia nesse plano. Autora de uma extensa obra para o teatro, suas obras lhe renderam muitos prêmios, homenagens e indicações – dentro e fora do Brasil.

“Boa viagem, querida mãe teatróloga. Vá sem medo, sem preocupações e mantenha viva a certeza que aqui todo mundo vai lembrar sua existência com alegria e muita saudade. Que a sua nova morada seja acolhedora com a como a senhora foi conosco”. Concluiu Dantas em sua nota de pesar.

Leia mais

Texto: André Gomes – Jornalista (DRT: 3902/PB)