Romero diz que não tem problema em “bater chapa” com Veneziano em 2022

A declaração surgiu após uma especulação da possível candidatura de Veneziano ao governo, por possível insatisfação na base governista.

27 de julho de 2021   

Em entrevista ao programa Correio Debate, da Rede Correio Sat, o ex-prefeito de Campina Grande e pré-candidato a governador da Paraíba, Romero Rodrigues(PSD), declarou não ter nenhum problema em bater chapa com o senador Veneziano Vital do Rêgo(MDB), e pedir voto aos campinenses em 2022.

A declaração surgiu após uma especulação da possível candidatura de Veneziano ao governo, por possível insatisfação na base governista. Romero reconheceu a importância de Vené no processo político, dado o fato de que ele é o presidente estadual do MDB.

“O Cara é presidente do MDB, e como eu posso opinar algo sobre outra legenda?”, questiona. “Não cabe a mim fazer qualquer tipo de avaliação. Cabe a mim continuar manifestando esse desejo de disputar o governo, e estamos trabalhando esse pensamento para isso, de tentar fortalecer nossa pré-candidatura”, disse Romero, citando os municípios que visitou nos últimos dias, como Livramento, Taperoá, Patos, São Mamede, Santa Luzia, Juazeirinho e outros.

Quando questionado se ele não iria encontrar dificuldades, já que teria que disputar a preferência do eleitorado campinense com Vené, Romero disse que não vê essa possibilidade como um prejuízo eleitoral à sua postulação, e relembra a última vez que disputou as eleições com o “V”. “Em 2016 eu obtive 63% dos votos da população, disputei com o próprio Veneziano, e ele teve menos de 20%, uma diferença muito grande”, relembra.

“A candidatura dele é um direito que ele tem, assim como eu também tenho. Ele tem o partido dele e eu tenho o meu. Esse meu objetivo eu já venho trabalhando há algum tempo , já consegui a sinalização de outras legendas e assim vamos seguindo em frente. Eu não posso opinar sobre a pretensão dos outros”, finalizou Romero Rodrigues.

Redação