SEDE discute implantação de marketplace no comércio de Campina Grande

Plataforma criada por empresa genuinamente campinense, deve inserir o varejo da cidade no universo das vendas online

24 de março de 2021   

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Rosália Lucas, participou, nesta terça-feira, 23, de uma videoconferência, com o Sebrae e representantes de entidades de classe, no intuito de dar continuidade às discussões visando a implantação e divulgação de uma plataforma digital de vendas, para agregar o varejo de Campina Grande. O projeto é uma das alternativas da gestão do prefeito Bruno Cunha Lima, para enfrentamento à pandemia e retomada da economia.

Os encontros para a discussão do projeto vêm ocorrendo desde o mês de fevereiro e contemplam a análise do cenário local, as estratégias de implantação e divulgação e o suporte que deverá ser oferecido aos varejistas que abraçarem a iniciativa.

Durante a videoconferência desta terça-feira, foram apresentados os detalhes do plano estratégico de divulgação da plataforma, junto aos lojistas e aos consumidores, bem como a quantidade de lojas que o serviço deverá comportar, na primeira fase de funcionamento.

Na avaliação de Rosália, a criação da plataforma pretende promover a parceria com empresas e/ou associações, de reconhecido know-how na área em questão. “Uma plataforma tecnológica de vendas online, do tipo marketplace, que permitirá alojar os diferentes comerciantes do comércio de Campina Grande, assim como todos os empreendedores que, não dispondo de espaço físico, pretendam desenvolver o seu negócio online na cidade”, explicou a secretária.

Além de criar um novo canal de vendas exclusivo para Campina Grande, somente com empresas que atuam na cidade, o marketplace vai disponibilizar, através de parceria com o Sebrae, uma equipe de profissionais para oferecer consultoria, em marketing digital, aos lojistas que aderirem seus negócios à plataforma.

Projeto 100% campinense
Em fase avançada de conclusão, a plataforma de nome a ser definido, está sendo desenvolvida pela empresa CG Sistemas, em parceria com a Fundação Parque Tecnológico, fator este que deve ser considerado, pois trata-se de uma ferramenta criada na cidade, por profissionais que conhecem as dores e as necessidades do varejista campinense.

O início do funcionamento do serviço está sendo discutido em reuniões semanais, com a participação de representantes de entidades classistas que apoiam institucionalmente a iniciativa. O projeto está bem avançado, porém, ainda não há previsão para que seja disponibilizado ao público. Na próxima semana, o grupo se reunirá novamente para estabelecer os prazos e metas para que os lojistas sejam visitados, a fim de conhecerem a plataforma.

Registro de participação
Além da secretária, participaram da videoconferência, o gerente regional do Sebrae, João Alberto Miranda Leite; o coordenador de Desenvolvimento Local da PMCG, Jonnas Costa; o coordenador de Comunicação da PMCG, Marcos Alfredo Alves; o presidente da Associação Comercial de Campina Grande, Antônio Andrade; o vice-presidente da ACCG, Eliézio Barbosa; o presidente da CDL, Carlos Botelho; a analista do Sebrae, Germana Espínola; e a empresária Tâmela Fama, representando a CG Sistemas, empresa responsável pela criação da plataforma.

Redação com Codecom-CG