Vereador Gago de Areial fala como está o clima na Câmara depois dos recentes rompimentos: ‘houve canetada e contratação de funcionários de fora da cidade”

O vereador chamou de "novela" os últimos acontecimentos políticos da cidade

Publicado: 10/01/2022

Vereador Gago de Areial (Foto: Se Liga PB)

O vereador suplente Lielton Bezerra (Cidadania), o Gago de Areial, em entrevista na manhã desta segunda-feira, 10, ao Programa Se Liga PB, falou que a eleição para nova mesa diretora feita recentemente é semelhante com o que aconteceu anteriormente com o ex-presidente da câmara, Afonso Henrique e chamou de novela os últimos acontecimentos.

“Essa novela de hoje é a mesma de quando Afonso estava como presidente. Essa novela se chama, aquela velha novela chamada ambição política”, disse.


Gago de Areial falou que Luciano Barros é um amigo e que não tem nada contra ele, mas sempre alfinetava e nas comissões dizia que sairia na majoritária de um lado ou de outro.

Segundo o vereador, para Luciano poder falar sobre isso era necessário conversar com o grupo e ser claro quanto a sua posição e ele não fez. Quanto ao rompimento, o suplente reafirma a fala do Secretário de Educação, Afonso Henrique, que disse em entrevista ao Programa Se Liga PB, na semana passada, que “Adelson fez Luciano Barros politicamente”.

”Tá cuspindo no prato que comeu”, declarou o vereador.

O suplente de vereador ainda disse acreditar que Luciano Barros se encontra arrependido.

“Eu acredito que ele está arrependido porque eu não queria estar na pele dele hoje. O que ele escuta ai nos grupos de WhatsApp de eleitores, família que votaram nele”, frisou.

Quanto a troca de funcionários, Gago de Areial ainda disse que houve canetada e contratação de funcionários de fora da cidade. “Tirar os funcionários da casa e contratar outros de fora, dar oportunidade a funcionário de outra cidade”, falou o suplente criticando o fato da não contratação de pessoas do município.

Na ocasião, Gago ainda falou sobre suas contribuições na promoção de eventos esportivos e sociais, em parceria com pessoas que também abraçam as causas, e reforça que são ações voltadas para benefício de famílias em vulnerabilidade social e de proteção aos animais abandonados.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS