Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Pré-candidato a prefeito de Esperança acredita que grupos políticos estão unidos e fazem acordos para se revezarem no poder

Ônio apresentou teorias que, segundo ele, são verdadeiras e reforçam a manipulação política por trás do grupo Monteiro e do grupo do prefeito Nobinho Almeida.

Publicado: 28/03/2024

FOTO: SE LIGA PB

O empresário e pré-candidato a prefeito de Esperança, Ônio Lyra, em entrevista ao Programa Se Liga PB, na manhã desta quinta-feira (28), disse acreditar que os grupos políticos da cidade estão unidos e fazem acordos para se revezarem no poder.

“É tudo combinado”, declarou.

De acordo com o empresário,” existem coisas obscuras” na política de Esperança e é fundamental uma mudança. Para ele, as movimentações são tudo um jogo de interesses e apenas uma pessoa comanda os dois grupos políticos da cidade, existindo uma espécie de pactuação entre eles.

“Quem comanda tudo é Arnaldo Monteiro. Arnaldo e Bebel são sócios, existe um pacto financeiro entre eles”, afirmou Lyra se referindo ao Superintendente do DNIT/PB e ex-deputado Arnaldo Monteiro, e ao empresário Bebel Almeida, irmão do prefeito Nobinho Almeida.

Ônio apresentou teorias que, segundo ele, são verdadeiras e reforçam a manipulação política por trás do grupo Monteiro e do grupo do prefeito Nobinho, para se revezarem à frente da Prefeitura e permanecerem no comando da cidade.

“Eles são capazes de qualquer coisa para se manter no poder, inclusive tentar abafar as pré-candidaturas menores”, disse.

O pré-candidato, que se intitula como a verdadeira oposição da cidade, se colocou à disposição da população para mudar esse cenário, mas deixou claro que está aberto ao diálogo.

Atualmente, a oposição se encontra dividida e a expectativa dos esperancenses é para saber como ficará a disputa, visto que, a preço de hoje, o município conta com 4 pré-candidaturas diferentes pela oposição, além do bloco de situação liderado pela atual gestão.

As movimentações políticas em Esperança estão esquentando e a população aguarda pelos novos desdobramentos que, até as eleições de outubro, prometem surpreender.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS