Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Pré-candidato a prefeito de Montadas, Marcelinho diz que adversário planejou rompimento e reafirma sua lealdade ao grupo

Ele afirmou que Romero Martins já planejava romper desde o pleito anterior, e só não o fez porque teve receio de perder.

Publicado: 31/03/2024

FOTO: SE LIGA PB

O secretário de Assistência Social e pré-candidato a prefeito de Montadas, Marcelo Vieira, mais conhecido por Marcelinho, em entrevista ao Programa Se Liga PB, na tarde deste sábado (30), disse que o ex-secretário e pré-candidato a prefeito pela oposição, Romero Martins, planejou o rompimento com o prefeito Jonas de Souza. Na ocasião, Marcelo reafirmou sua lealdade ao grupo do gestor e afirmou que sempre será um soldado fiel.

“Quando iniciei minha vida política, em 92, eu participarei de um grupo só, sempre fui de um único grupo”, destacou.

De acordo com Marcelo, seu adversário político soube usar muito bem a pasta para se promover politicamente, uma vez que o prefeito Jonas lhe teria dado toda autonomia e, se aproveitando disso, Martins usava a pasta como uma prefeitura paralela. Ele afirmou que Romero já planejava romper desde o pleito anterior, e só não o fez porque teve receio de perder.

“Ele soube utilizar a Secretaria pensando em aplicar essa rasteira no prefeito de caso pensado, e já vinha articulando contra  Jonas. Temos a informação de que ele poderia ter rompido na última de Lulu, onde as articulações eram feitas já pensando nesse sentido. O histórico dele nos remete a ter a certeza de que ele já vinha fazendo isso a muito tempo”, disse.

O secretário destacou ainda que a pasta é um dos carros-chefes da gestão e lhe proporcionou importante experiência e isso, aliado ao seu histórico político de trabalho e lealdade, lhe deixa preparado para assumir a sucessão do prefeito Jonas.

A preço de hoje a pré-candidatura de Marcelinho em Montadas conta com o apoio do deputado Fábio Ramalho (PSDB), do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) e do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Adriano Galdino (Republicanos), que é líder político do grupo de oposição o qual o ex-prefeito Jairo Herculano faz parte, dentre outros apoios bastante influentes.

Na próxima quarta-feira Marcelinho estará deixando a Secretaria de Assistência Social, para traçar os direcionamentos de sua pré-candidatura para as eleições de outubro.

Redação

 

 

 

 

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS