Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Prefeito de Montadas revela que ex-secretário há seis meses planejava rompimento, e manda irmão embora: “Vá com Deus”

As declarações foram dadas em entrevista ao Programa Se Liga PB, na tarde deste sábado (12).

Publicado: 13/08/2023

PREFEITO DE MONTADAS, JONAS DE SOUZA. (FOTO: SE LIGA PB)

O prefeito de Montadas, Jonas de Souza, em entrevista ao Programa Se Liga PB, na tarde deste sábado (12), revelou que o ex-secretário de Assistência Social, Romero Martins, já planejava rompimento há seis meses. Jonas disse que ficou sabendo da paquera de Romero com a oposição, e pontuou que deu total autonomia ao ex-secretário, mesmo sabendo que ele “paquerou” também com o ex-vice prefeito Lulu, em seu primeiro mandato.

“Se ele não fosse um cara que eu tivesse a maior consideração, eu não tinha deixado de maneira nenhuma ele no meu segundo mandato, com uma das melhores secretarias de uma gestão, que é a Assistência Social. Faz mais de seis meses que eu venho sabendo dessa articulação, sabendo de reuniões que ele fazia, mas eu sou um cara que gosto de escutar”, afirmou.

O chefe do executivo salientou também que vai analisar as opções, e escutando a opinião popular, irá escolher o seu candidato a sucessão, que segundo ele, seria Romero antes da descoberta das traições.

“A gente não é imbecil de colocar uma pessoa que não tenha confiança, de colocar uma pessoa que quando abrir as urnas no dia da eleição, já vira a cara. Minha responsabilidade é muito grande. Há seis meses eu já não confiava mais em Romero pelo seu comportamento”, declarou.

Durante a entrevista, Jonas ainda comentou sobre sua relação política com seu irmão, Erasmo Veríssimo, que é secretário de Saúde, e confidenciou que a relação dos dois se desgastou, sinalizando que estão rompidos. O gestor lamentou as mensagens ofensivas publicadas em uma rede social por Erasmo, que recentemente lamentou a exoneração de uma funcionária, e alfinetou o gestor: “Começou a perseguição, não tenho medo, continue…” escreveu o secretário.

O prefeito não revelou quem irá assumir a pasta da Saúde, mas disse que com certeza não será seu irmão, e mandou o secretário ir embora da pasta.

“Uma coisa temos certeza: Erasmo está fora! Vá com Deus”, respondeu Jonas ao ser questionado.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS

Rolar para o topo