Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Prefeito de Picuí sanciona lei aprovada na Câmara e aumenta salário para R$ 24 mil; vice, secretários e vereadores também terão reajuste

Em Picuí, aumento é válido a partir do dia 1º de janeiro de 2025, quando o novo prefeito ou prefeita, além do vice, secretários e vereadores tomarem posse nos cargos.

Publicado: 18/01/2024

FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

O prefeito de Picuí, Olivânio Remígio, assinou uma lei, aprovada na Câmara Municipal, que aumenta de R$20 mil para R$ 24 mil o subsídio do gestor que será eleito em outubro. A lei também aumenta a remuneração do vice-prefeito, secretários municipais. Em outra lei, ele aumento os valores recebidos pelos vereadores.

O aumento é válido a partir do dia 1º de janeiro de 2025, quando o novo prefeito ou prefeita tomar posse no cargo.

O subsídio do vice-prefeito vai aumentar dos atuais R$ 10 mil para R$ 12 mil. Secretários vão passar a receber R$ 6.750,00, contra os atuais R$ 5.625,00.

Sobre os vereadores de Picuí, atualmente eles recebem R$ 5 mil e vão passar a receber R$ 9 mil a partir de janeiro do ano que vem.

A lei referente aos vereadores de Picuí também garante uma remuneração de R$ 13,5 mil para o parlamentar que ocupar o cargo de presidente da Câmara.

Veja abaixo a lei que aumenta o subsídio para prefeito, vice e secretários:

Veja abaixo a lei que aumenta o subsídio para os vereadores:

Com ClickPB

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS