Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Presença de água suja em Esperança tem gerado preocupação entre os moradores, que relatam sintomas alérgicos

Uma moradora, ao buscar atendimento médico devido a coceira e vermelhidão em diversas partes do corpo, foi informada de que a enfermidade estava relacionada à água.

Publicado: 04/03/2024

FOTO: REPRODUÇÃO

Moradores de Esperança, no agreste do estado, expressaram preocupações sobre a qualidade da água fornecida, denunciando a presença de água suja nas torneiras. Relatos desta manhã indicam que a situação tem impactado negativamente a qualidade de vida na região.

Uma moradora, ao buscar atendimento médico devido a coceira e vermelhidão em diversas partes do corpo, foi informada de que a enfermidade estava relacionada à água. Fotos encaminhadas evidenciam a coloração turva da água nas residências.

Investigações apontam que a água fornecida à cidade provém da Barragem de Camará, sem o devido tratamento. A Estação de Camará não realiza o tratamento adequado, resultando na coloração amarelada devido ao excesso de manganês na água. Autoridades locais estão intensificando esforços para aprimorar o tratamento e minimizar a situação.

Outro ponto crítico é a tubulação antiga que transporta a água para Esperança, limitando o fornecimento a apenas 25% da capacidade necessária para atender à demanda crescente. A cidade, que experimentou um significativo aumento no número de residências desde os anos 70, enfrenta um desafio estrutural. A implementação de uma nova tubulação é vista como crucial para resolver problemas de abastecimento.

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (CAGEPA) é responsável pelo abastecimento, e a comunidade aguarda ações imediatas para garantir a segurança e a qualidade da água fornecida aos residentes de Esperança.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS