Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Professores da UFCG entram em greve por tempo indeterminado a partir desta segunda-feira

A paralisação foi aprovada na última quinta-feira, 06 junho, após uma assembleia realizada com os servidores.

Publicado: 10/06/2024

FOTO: REPRODUÇÃO

Os professores da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) entram em greve a partir desta segunda-feira (10), por tempo indeterminado. A informação foi confirmada pela Associação de Docentes da UFCG (ADUFCG). A paralisação foi aprovada na última quinta-feira, 06 junho, após uma assembleia realizada com os servidores.

Durante o encontro, a votação contou com a participação dos docentes  dos campi de Campina Grande, Cuité, Sumé e Sousa. 81 professores foram favoráveis e 77 contrários.

A avaliação dos professores é que o crescimento da greve em todo o país force o Governo Federal a retomar as negociações com os sindicatos, assim possibilitando o atendimento da contraproposta de reivindicações apresentada pelos docentes e técnicos das universidades, IFs e Cefets.

Greve na UFPB

Os professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) entram em greve desde a segunda-feira do dia 3 de junho, também por tempo indeterminado. A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Professores da UFPB (ADUFPB). A paralisação foi aprovada na última quarta-feira, 29 maio,  após uma assembleia realizada no Centro de Vivência do campus I, em João Pessoa.

A proposta rejeitada

Os docentes rejeitaram a proposta do Governo Federal, realizada pelos Ministérios da Educação (MEC) e da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), que propôs para os docentes de institutos e universidades federais um aumento de salário  que vão de 23% a 43% até 2026, considerando o reajuste de 9% já garantido em 2023 pelo governo Lula, depois de seis anos sem reajuste. O salário inicial de um docente passaria de R$ 9.916 (salário em abril de 2023) para R$ 13.753. Já o salário para professor titular, no topo da carreira, iria de R$ 20.530 (abril de 2023) para R$ 26.326.

Portal Paraíba

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS