Professores do CAIC das Malvinas reivindicam o início da construção da nova escola prometida pelo Governo do Estado

Segundo os professores, o governador João Azevêdo em passagem por Campina Grande, no dia 6 de outubro de 2021, assinou a construção da nova sede do Caic, mas até o momento nada foi feito.

Publicado: 26/05/2022

ANTIGO PRÉDIO DO CAIC DAS MALVINAS. (FOTO: SILVA, S.C.L)

Professores da EEEFM Caic José Jofilly, localizado no bairro das Malvinas, em Campina Grande, reivindicam do Governo do Estado o início das obras de construção do novo prédio.

Segundo os professores, o governador João Azevêdo em passagem por Campina Grande, no dia 6 de outubro de 2021, assinou a construção da nova sede do Caic, em uma solenidade na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). O projeto contaria com 8 salas de aula e um ginásio de esportes coberto.

Os profissionais procuraram a equipe do Se Liga PB, para reivindicar o início das obras, uma vez que até o momento nada foi feito, e os alunos se encontram assistindo aula em três escolas diferentes, dificultando o ensino e a locomoção dos profissionais para a aplicação das aulas.

“Atualmente estamos nos desdobrando em três escolas. Estamos precisando da ajuda de todos, para juntos sensibilizarmos o Governo do Estado sobre a necessidade de construção e efetivação da proposta”, disse um dos professores.

O Caic das Malvinas é uma das escolas referência em ensino público em Campina Grande, sendo uma das poucas escolas que oferece o Ensino Fundamental, Médio e EJA em regime regular para jovens e adultos da região das Malvinas e bairros vizinhos.

Os professores relataram a grande necessidade da construção da escola, uma vez que o atual prédio se encontra sem condições de utilização dos espaços, e não há como reformar, em vista que o prédio se encontra desmoronando, e foi construído na década de 1990, sem nunca ter passado por reformas.

Antigas instalações do Caic das Malvinas. (Foto: SILVA, S.C.L)

A escola é considerada muito ativa, e vencedora de vários prêmios nacionais e estaduais. Foi a única da região em 2020 a conquistar os primeiros lugares em duas modalidades do concurso Literário ofertado pela Secretaria do Estado da Paraíba.

Professores e alunos aguardam uma posição urgente do governo estadual, e o início das obras, para assim melhorar a qualidade do Ensino, e amenizar os transtornos vividos diante das dificuldades e dos desafios enfrentados atualmente.

”Acredito que só há futuro, se o presente for sólido e cheio de esperanças. E só a Educação pode proporcionar as nossas crianças e jovens tais possibilidades”, pontuou um dos docentes.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS