Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Publicada exoneração do diretor do presídio de Cajazeiras suspeito de corrupção

A prisão de Tales, suspeito de integrar o referido esquema, gerou controvérsia na unidade penal.

Publicado: 26/04/2024

FOTO: REPRODUÇÃO

Na edição desta sexta-feira (26) do Diário Oficial do Estado, foi anunciada a exoneração de Tales Alves de Almeida do cargo de diretor da Penitenciária Regional de Cajazeiras. Sua saída ocorre em meio a acusações de participação em um esquema de corrupção para facilitar a soltura de presos.

A prisão de Tales, suspeito de integrar o referido esquema, gerou controvérsia na unidade penal. Na tarde de ontem, apenados realizaram um tumulto em protesto contra sua exoneração, resultando em danos materiais à estrutura do presídio.

O Secretário de Estado da Administração Penitenciária, João Alves, assegurou que a gestão não reconsiderará a decisão de exonerar Tales Alves de Almeida. O ex-diretor é acusado de diversas artimanhas para liberar detentos, especialmente membros de facções criminosas, manipulando procedimentos legais e administrativos.

As ações de Tales vieram à tona após uma operação conjunta entre o Ministério Público da Paraíba, Polícia Civil, Secretaria de Administração Penitenciária e Polícia Militar, que resultou em sua prisão e de outros envolvidos no esquema, em uma ação realizada na manhã de hoje. O caso evidencia a necessidade urgente de reformas e investigações profundas no sistema penitenciário paraibano.

PB Agora

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS