Quatro vereadores campinense correm o risco de perder o mandato por infidelidade partidária, diz o vereador Pimentel Filho

O vereador comentou sobre suas bandeiras de defesa, e citou o exemplo da Saúde.

Publicado: 04/05/2022

VEREADOR DE CAMPINA GRANDE E PRÉ-CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL, PIMENTEL FILHO. (FOTO: SE LIGA PB)

O vereador de Campina Grande e pré-candidato a deputado estadual, Pimentel Filho (PSD), em entrevista ao Programa Se Liga PB, na manhã desta quarta-feira, 04, disse que existe a probabilidade de quatro vereadores campinense perderem o mandato por infidelidade partidária, seriam os vereadores Jandui Ferreira, Alexandre do Sindicato, Ivonete Ludgério e Sargento Neto.

“A nacional entrou com o processo contra os quatro”, comentou Pimentel lamentando o ocorrido.

O vereador explicou que cada partido tem uma normatização de como dar anuência para quem quer sair, e o partido aceitar essa saída, segundo ele, cada um tem uma norma publicada no Tribunal Superior Eleitoral, e no caso do PSD essa normatização também se aplica, e disse que a nacional do partido entrou com um processo de infidelidade partidária contra os vereadores que deixaram a legenda após a troca de direção na Paraíba.

Ainda segundo o representante do legislativo municipal, o PSD foi renovado e hoje conta com cerca de 34 pré-candidatos, que estarão disputando as eleições deste ano de 2022 pela legenda.

Pimentel contou que está focado em sua pré-candidatura a deputado estadual, e está confiante em sua busca por uma vaga na Assembleia Legislativa da Paraíba.

“Eu estou focado na minha pré-candidatura a deputado estadual”, disse.

O vereador campinense pontuou que a política é dinâmica e precisa ser feita com seriedade, ele destacou que através da democracia a realidade pode ser transformada e incentivou o voto consciente, e comentou sobre suas bandeiras de defesa, citando o exemplo da Saúde e o fazer política para o povo.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS