Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Saiba como proteger os pets dos fogos de artifício

Segundo veterinário, cães e gatos possuem audição sensível a barulhos

Publicado: 28/06/2024

Faz parte da cultura das festividades juninas a soltura de fogos de artifícios, especialmente em alguns espaços urbanos. No entanto, o que para uns é considerado diversão, para outros é preocupação, especialmente para quem cria um cão ou gato de estimação em casa.  

O barulho dos fogos de artifícios pode ser prejudicial aos pets, os deixando mais agitados ou ansiosos. Quem explica é o médico veterinário Sebastião Rodrigo, mestre em Ciência Animal e docente da UNINASSAU Campina Grande. “Algumas espécies de animais apresentam sentidos, como olfato, visão e audição, mais apurados e sensíveis que nós, seres humanos. Isso por questões fisiológicas identificadas e comprovadas cientificamente. No caso da audição, só para se ter ideia, a dos gatos é, praticamente, três vezes mais aguçada que a nossa”, explica.

Sebastião lembra que é importante o tutor saber cuidar do seu pet caso esteja acontecendo uma queima de fogos de artifícios próximo a sua casa. “Podem ter graves problemas, reversíveis ou irreversíveis, e até óbito. É de extrema importância consultar um médico veterinário de confiança rapidamente. Se acontecer queimaduras, intoxicação ou danos devido ao barulho, deve-se levar a uma clínica veterinária mais próxima para se tomar os cuidados”, lembra.

Por fim, Sebastião Rodrigo deu algumas sugestões. “Deixá-los em locais confortáveis, seguros, o mais distante possível dos barulhos. Procurar um veterinário é importante para, em caso de emergência, ser traçado um planejamento e, assim, a saúde do seu pet ser preservada. Existem técnicas e medicamentos que podem auxiliar, porém, só podem ser prescritos mediante acompanhamento profissional prévio, para não causar outros problemas”, recomendou.

Assessoria

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS

Rolar para o topo