Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Tribunal reprova contas de três ex-prefeitos de Patos por excesso de contratações temporárias

Tiveram as contas reprovadas Bonifácio Rocha de Medeiros, Francisco de Sales Mendes Júnior e Antônio Ivanes de Lacerda. Bonifácio Rocha e Sales Júnior receberam as multas.

Publicado: 07/12/2023

FOTO: REPRODUÇÃO

Três ex-prefeitos de Patos, município do Sertão paraibano, tiveram as contas rejeitadas nesta quarta-feira (6) durante sessão do Pleno do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB). Entre outros motivos, um dos apontamentos da Corte foi excesso de contratações temporárias.

Tiveram as contas reprovadas Bonifácio Rocha de Medeiros, prefeito entre janeiro de 2017 e abril de 2019; Francisco de Sales Mendes Júnior, gestor entre abril e agosto de 2019; e Antônio Ivanes de Lacerda, prefeito entre agosto de 2019 e dezembro de 2020.

Em relatório, o conselheiro Fábio Nogueira argumentou que os três ex-gestores cometeram diversas irregularidades, como: déficit financeiro e orçamentário, excesso de contratações temporárias, ausência de repasse das contribuições previdenciárias e pagamento de gratificações sem amparo legal.

Dos três ex-prefeitos, Bonifácio Rocha e Sales Júnior foram multados em R$ 8 mil. Já Ivanes Lacerda não recebeu multa, pois é falecido.

Com ClickPB

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS