Veneziano aponta “naturalidade” na remoção de Roberto Paulino da direção do MDB da Paraíba

Para Veneziano, é “sugerível” que um dirigente do partido que apoie outra candidatura que não a do MDB deixe o cargo para não participar de decisões estratégicas, administrativas e políticas do comando do partido.

Publicado: 11/04/2022

Foto: Reprodução

O pré-candidato a governador e presidente estadual do MDB, Veneziano Vital do Rêgo, enxergou com naturalidade a destituição de Roberto Paulino da direção do MDB da Paraíba. Roberto Paulino, que é secretário-chefe do governo de João Azevêdo (PSB), ocupava a vice-presidência do MDB.

Para Veneziano, é “sugerível” que um dirigente do partido que apoie outra candidatura que não a do MDB deixe o cargo para não participar de decisões estratégicas, administrativas e políticas do comando do partido.

“Com naturalidade. O secretário do atual governo tem a sua missão de firmar com a candidatura que não é do MDB. Você imaginar que apoiando uma outra candidatura, [Roberto Paulino] fazer parte de estratégias, administrativamente e politicamente falando, é tão natural quanto sugerível [que ele seja removido da direção]”, disse em entrevista à Rádio Arapuan FM.

PB Agora

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS