Veneziano diz que Lula foi o primeiro a incentivar sua pré-candidatura ao Governo do Estado: “Ele próprio, no seu estilo carismático, foi o primeiro a estimular esta minha pré-candidatura”

O senador frisou que se o ex-presidente não estivesse de acordo com a sua pré-candidatura a governador, não teria feito o ato de lançamento da chapa.

Publicado: 17/03/2022

Foto: Reprodução

O Senador e pré-candidato ao Governo do Estado, Veneziano Vital do Rêgo (MDB), em uma participação no Programa Se Liga PB, na manhã desta quinta-feira, 17, respondeu a fala do ex-presidente Lula em uma emissora de rádio de Patos na última terça-feira (15). Em sua fala Lula disse que ‘está altamente convencido de que deve fazer uma aliança com Veneziano Vital do Rêgo na Paraíba’.

Segundo o emedebista, a fala do ex-presidente Lula responde outras perguntas quando ele diz que a parceria entre o PT e o MDB é uma necessidade que têm os partidos na Paraíba.

“Ele disse que a parceria com o MDB é uma necessidade que tem o PT na Paraíba em torno do nome de Veneziano. Então isso ilustra, confere muita força, muito envolvimento e muita participação nesse processo, tanto em nome da pré-candidatura presidencial dele, quanto aqui na Paraíba”, explicou.

 Veneziano disse que se encontra em tratativas com o ex-presidente desde meados de 2021 e que Lula com seu jeito carismático, foi o primeiro a incentivar sua pré-candidatura ao Governo do Estado.

“Em visita ao ex-presidente Lula, ele próprio, no seu estilo carismático foi o primeiro a estimular esta minha pré-candidatura. Não houve em nenhum momento qualquer dúvida a esse respeito”, disse veneziano se referindo ao apoio de Lula a sua chapa.

O senador frisou que se o ex-presidente não estivesse de acordo com a sua pré-candidatura ao Governo do Estado, e com a pré-candidatura ao senado de Ricardo Coutinho, não teriam feito o ato de lançamento da chapa.

“Tudo foi feito de maneira bem pensada, equilibrada, amadurecida, dialogada, entre PT e MDB”, declarou.

Na ocasião o senador ainda falou sobre sua relação com Pedro Cunha Lima, também pré-candidato ao Governo do Estado, e disse que é um relacionamento amistoso, amigo e respeitoso, que no momento não há como trabalhar discussões em torno de um segundo turno por que ainda se dialoga em torno de um pleito de primeiro turno, que só diante disso, se poderá sentar para fazer tratativas a esse respeito.

“Quando tivermos uma perspectiva de segundo turno é que poderemos sentar para tratar. O que nos cabe neste instante é buscar humildemente, modestamente, mostrar a Paraíba que temos uma pré-candidatura de uma pessoa que tem experiência administrativa”, pontuou.

Veneziano, que conseguiu apoios também no município de Cabedelo, ainda disse que buscará um diálogo com prefeito Vitor Hugo, que recentemente demostrou insatisfação com a atual gestão do Estado e fez algumas declarações de estar em um momento de neutralidade.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS