Assinatura da ordem de serviço para duplicação da BR-230 deve acontecer em maio

A duplicação desse trecho da BR-230 é uma reivindicação antiga da região e passou a ser debatida com mais intensidade em 2021.

Publicado: 27/04/2022

Foto: Reprodução/ Assessoria

Mais importante intervenção de mobilidade urbana dos últimos anos para Campina Grande e o interior da Paraíba, a obra de duplicação da BR-230, no trecho entre a Alça Sudoeste e a Praça do Meio do Mundo, está prestes a sair do papel.

O presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, vereador Marinaldo Cardoso, junto com os deputados Pedro Cunha Lima, Efraim Filho, Leonardo Gadelha e Patrick Dorneles, se reuniu nesta terça-feira (26) com o secretário executivo do Ministério da Infraestrutura, Felipe Queiroz, de quem teve a informação de que no próximo mês de maio será assinada a ordem de serviço para o início da obra.

Também participaram do encontro a vereadora Carol Gomes, o prefeito de Boa Vista, André Gomes e o superintendente da STTP, Dunga Júnior.

O vereador Marinaldo Cardoso comemorou a notícia, reforçando que a concretização dessa obra é fruto de um trabalho conjunto e apartidário de agentes públicos e da iniciativa privada em favor do desenvolvimento de Campina Grande.

“Após o esforço e articulação dos deputados Pedro e Efraim Filho, conseguimos essa audiência no ministério da Infraestrutura e ficou definido que no mês de maio o ministro estará em Campina Grande assinado essa ordem de serviço para início da obra”, disse Marinaldo.

A duplicação desse trecho da BR-230 é uma reivindicação antiga da região e passou a ser debatida com mais intensidade em 2021, a partir de um movimento iniciado pela Câmara Municipal de Campina Grande, que ganhou força com o apoio de várias entidades representativas da sociedade, entre elas, a Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário do Estado da Paraíba (Sinduscon-PB), Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), Assembleia Legislativa da Paraíba, Associação Comercial de Campina Grande (ACCG), Câmara dos Dirigentes Lojistas de Campina Grande (CDL-CG), Associação Campinense de Imprensa (ACI) e Uces.

Em novembro de 2021, um ato no auditório da Fiep, reuniu representantes destas entidades e parlamentares da bancada federal da Paraíba, que se comprometeram em destinar emendas para a execução da obra. Uma comissão liderada pelo vereador Marinaldo Cardoso esteve posteriormente em Brasília, acompanhando a destinação dos recursos para o início do serviço.

Foram destinadas emendas pelos senadores Veneziano Vital, Nilda Gondim e Daniella Ribeiro, além dos deputados Pedro Cunha Lima, Efraim Filho, Aguinaldo Ribeiro, Damião Feliciano, Hugo Motta, Ruy Carneiro e Frei Anastácio.

As emendas enviadas pelos deputados e senadores, juntamente com recursos da bancada e somada a uma verba do próprio Dnit, resultou em mais de R$ 40 milhões alocados, cerca de 10% do valor total estimado, para que o início da obra seja possível.

Assessoria

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS