Ministério Público convoca população para tomar a 2ª dose da vacina contra covid-19

De acordo com informações repassadas pelos órgãos de saúde, a vacinação reduz as chances de contrair o vírus, as internações e as mortes.

7 de abril de 2021   

Vacina / Foto: Ilustrativa

Os ramos estadual, federal e do trabalho do Ministério Público na Paraíba (respectivamente, o MPPB, o MPF e o MPT) lançaram uma nota pública à sociedade paraibana, convocando as pessoas que tomaram a primeira dose da vacina contra a covid-19 a observarem a data de retorno aos postos de vacinação para a segunda dose. Os MPs também observam que, mesmo os vacinados, devem continuar adotando os protocolos de saúde, como evitar aglomerações, usar máscaras e manter hábitos de higiene. 

Na nota, o MPPB, o MPF e o MPT lembram o que tem sido recomendado pelos órgãos de saúde em relação à importância de tomar as duas doses da vacina para que a imunização seja efetiva. De acordo com informações repassadas pelos órgãos de saúde, a vacinação reduz as chances de contrair o vírus, as internações e as mortes. Os MPs também se solidarizam com as famílias que perderam parentes por complicações causadas pelo novo coronavírus e reafirmam que a vacinação, como garantia de saúde, é um direito de todos.

A promotora de Justiça do MPPB, Jovana Tabosa, que atua na defesa da saúde em João Pessoa, reitera a importância da adesão da população à campanha de vacinação contra a covid-19, atentando para o intervalo entre a 1° e a 2° dose. “A população deve ficar alerta para as informações que constam nos cartões de vacinação, que indicam a data e o tipo de vacina aplicada, uma vez que os dois imunizantes aprovados e atualmente aplicados no Brasil possuem intervalos distintos entre as doses”, lembrou.

Denúncias e dados da vacinação

Desde o início da vacinação, o Ministério Público tem acompanhado, recebido e investigado denúncias relacionadas ao não cumprimento do calendário de vacinação e acompanhado as ações do Estado e dos municípios nesse sentido. As denúncias podem ser encaminhadas à Ouvidoria do MPPB ou direto aos promotores de Justiça que atuam na área de saúde (clique AQUI para ver os contatos).

De acordo com dados do Ministério da Saúde, até a manhã desta quarta-feira (7/4) haviam sido distribuídas nas unidades da federação mais de 43,3 milhões de doses de vacina e aplicadas cerca de 22,5 doses. No último dia 30, a Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) alertou que mais de 70 mil pessoas haviam tomado a primeira dose da vacina há mais de 28 dias e, até aquele dia, não haviam recebido a segunda dose. Entre 18 de janeiro e 30 de março, o Estado havia recebido e distribuído 656.630 doses das vacinas Sinovac/Butantan e Astrazeneca/Fiocruz para os 223 municípios paraibanos. 

Com Assessoria MPPB