Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Lewandowski demite policial rodoviário por cobrar propina durante abordagens na Paraíba

O ministro oficializou a perda do cargo na Polícia Rodoviária Federal (PRF) do servidor, após um processo interno aberto no ministério da pasta no ano passado.

Publicado: 06/06/2024

Foto: Rafa Neddermeyer / Agência Brasil

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, demitiu um policial rodoviário federal por supostamente cobrar propinas de R$ 30 para não aplicar infrações em caminhoneiros, em um posto fiscal na Paraíba.

Na ocasião, o ministro oficializou a perda do cargo na Polícia Rodoviária Federal (PRF) do servidor, após um processo interno aberto no ministério da pasta no ano passado.

Foi determinado também a devolução do dinheiro obtido ilicitamente além do pagamento de uma multa de R$ 90, correspondente ao triplo da propina. O ex-policial foi filmado tentando extorquir três caminhoneiros durante uma abordagem, ele foi demitido da corporação e denunciado pelo crime de concussão.

O ex-agente chegou a recorrer a sentença no Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), em Recife, porém foi negado.

Com Metrópoles

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS