Pastor Josimar Lima, um dos criadores do Cantinho da Paz, receberá Título de Cidadão Campinense na próxima segunda-feira

O pastor Josimar Lima, atualmente atuando na Igreja Evangélica Verbo da Vida de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, será agraciado na próxima segunda-feira (28).

Publicado: 25/03/2022

Foto: Reprodução/ Assessoria

O pastor Josimar Lima, atualmente atuando na Igreja Evangélica Verbo da Vida de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, será agraciado na próxima segunda-feira (28), às 09h, com um Título de Cidadão Campinense, através de uma propositura apresentada na Câmara Municipal de Campina Grande, pelo vereador Alexandre do Sindicato (PSD).

Nos anos 90, o Pastor Josimar, que viveu por mais de 20 anos em Campina Grande, foi um dos fundadores da obra de evangelismo “Cantinho da Paz”, evento que acontece nos mesmos moldes até hoje. Pastor Josimar também fez parte do grupo que criou o projeto “Campina te Quero Verde” responsável pelo plantio de 5 mil árvores em Campina Grande nos anos 80.

Na década de 90, o pastor iniciou um curso bíblico no Centro de Treinamento Bíblico Rhema, e formou-se na primeira turma da Escola de Ministros em 2001. Ainda nos anos 90, junto com a missionária Rosangela Aquino e um grupo de adolescentes fundaram o Cantinho da Paz, evento paralelo ao Maior São João do Mundo que tinha como objetivo evangelizar durante a festa que é referência nacional. Pastor Josimar conta que centenas de vidas se converteram durante o período da festa graças ao trabalho daquela turma e muitos deles estão até hoje atuando no ministério.

Nos anos 80, junto com alguns amigos fundou a Organização Campinense dos Amigos da Natureza-OCAN, onde somente em uma campanha de arborização da Cidade de Campina Grande, denominada “Campina Te Quero Verde”, foram plantadas mais de 5.000 mudas de árvores que ajudaram na qualidade de vida dos bairros principalmente o conjunto Álvaro Gaudêncio conhecido como Malvinas.
Pastor Josimar atualmente vive em Campo Grande, onde é fundador da Igreja Verbo da Vida e do Rhema Brasil no Mato Grosso do Sul. Em favor do reconhecimento de seu trabalho prestado na cidade, recebeu também o título de Cidadão Campograndense e de Cidadão Sul-Matogrossense.

Assessoria

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS