Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Polícia deve intimar ex-ministro Anderson Torres para depor

O inquérito da Delegacia do Meio Ambiente (Dema) investiga a criação de pássaros silvestres na casa de Torres e possíveis maus tratos.

Publicado: 12/06/2023

FOTO: REPRODUÇÃO

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deve intimar o ex-ministro da Justiça Anderson Torres para depoimento. O inquérito da Delegacia do Meio Ambiente (Dema) investiga a criação de pássaros silvestres na casa de Torres e possíveis maus tratos. Em abril, o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) apreendeu, junto ao Ibama, 55 pássaros após investigação de irregularidades no Sistema de Controle e Monitoramento da Atividade de Criação Amadora de Pássaros (Sispass), iniciada no âmbito da Operação Gênesis.

Entre as espécies recolhidas foram 45 bicudos, 3 canários-da-terra, 2 tiê-sangue, 4 curiós e 1 azulão. O ex-ministro e ex-secretário de Segurança do DF foi autuado em R$ 52,5 mil por prestar informação falsa em sistema de controle e em R$ 2 mil por mutilar pássaro da espécie bicudo, segundo o Ibama.Em 24 de fevereiro, agentes do Ibama e do Ibram realizaram inspeção na casa do ex-ministro para verificar a situação dos animais e reunir informações adicionais para a investigação.

Na ocasião foi constatado que, apesar de a mãe do ex-ministro constar no Sispass como responsável pelo plantel, os animais eram mantidos por Anderson Torres, de acordo com a apuração do Ibama. O depoimento à Polícia Civil do DF ainda não tem data. Os investigadores devem conversar com os advogados de Torres para acordarem uma data em comum acordo. Os investigadores querem saber se houve irregularidades no sistema e se houve maus tratos aos animais na casa dele.

O ex-ministro está em liberdade provisória com medidas cautelares por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Por CNN Brasil

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS