Pré-candidato a deputado estadual diz que se encontra motivado e que fará casadinha com Cabo Gilberto para federal

“Dessa vez ele vem para federal e eu venho para estadual”, disse.

Publicado: 20/04/2022

PRÉ-CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL, CABO RUI. (FOTO: SE LIGA PB)

O pré-candidato a deputado estadual, Cabo Rui (PL), em entrevista ao Programa Se Liga PB, na manhã desta quarta-feira, 20, disse que se encontra motivado com sua pré-candidatura, e fará uma casadinha com o deputado estadual e pré-candidato a deputado federal, Cabo Gilberto (PL). Ele contou que está junto com Cabo Gilberto desde 2002, e trabalhando em conjunto os frutos tem surgido.

“Dessa vez ele vem para federal e eu venho para estadual”, disse.

Na ocasião, Cabo Rui comentou sobre a insegurança vivida no Estado. Segundo ele, houve um decréscimo no número de policiais e a insegurança aumentou em vários municípios paraibanos.

“A insegurança em vários municípios é altíssima”, pontuou.

O pré-candidato frisou a necessidade de o Estado voltar um olhar diferenciado para a Segurança Pública, uma vez que, a violência aumenta a cada dia, e a população sofre vivendo em meio ao medo.

Rui destacou que são necessárias leis que funcionem e que não sejam frágeis diante do aumento da criminalidade no país, e citou a insegurança jurídica para o policial que não tem um amparo legal para desenvolver bem sua função.

“Nós temos no Brasil leis frágeis. Isso é um fator preponderante para que os criminosos tenham mais eficiência em seus atos”, explicou.

Cabo Rui contou que existe três fatores que servem como ponto de partida, que chamou de pilares da Segurança Pública: a estratégia, a estrutura e a remuneração. Segundo ele, a remuneração dos policiais na Paraíba é baixa, a estrutura tem pouquíssimos investimentos, e citou um dos projetos do deputado Cabo Gilberto, que tratava da blindagem do para-brisas das viaturas, aprovado em plenário, mas vetado pelo governador João Azevêdo.

“Existe uma necessidade eminente de proteger os policiais, porque quando um policial vai para uma ocorrência, ele vai para o tudo ou nada, ele não sabe com o que vai se deparar”, ressaltou.

O cabo ainda pontuou a importância do voto consciente e da eficiência do voto, uma vez que, deputados e senadores, são os que fazem as leis no país.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS