Presos na Paraíba acusados de invasão a apartamento de Carlinhos Maia já tinham condenações e eram conhecidos da polícia por assaltos a bancos e residências

Os três homens foram detidos na noite dessa segunda-feira (6) e foram imediatamente transferidos para Alagoas.

Publicado: 07/06/2022

Foto: Reprodução

Os três presos em Campina Grande, no Agreste paraibano, acusados de invasão no apartamento do influenciador Carlinhos Maia, em Alagoas, já tinham condenações na Justiça e eram conhecidos da polícia paraibana por assaltos a bancos e a outras residências na Paraíba. A informação foi dada nesta terça-feira (7), pelo delegado Diego Beltrão, titular da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco) de Campina Grande.

Os três homens foram detidos na noite dessa segunda-feira (6) e foram imediatamente transferidos para Alagoas. O delegado Diego Beltrão informou ao ClickPB, também, que os presos não chegaram a prestar depoimento em Campina Grande e que a Polícia Civil da Paraíba atuou no apoio à Polícia Civil de Alagoas cumprindo os mandados de prisão.

Entre os presos estão dois homens identificados como Eliabe e Feijão, ambos conhecidos da polícia paraibana pelos crimes patrimoniais praticados, como invasões a residências e assaltos a bancos.

Um dos três foi preso enquanto transitava pela Alça Sudoeste, em Campina Grande, e outros dois estavam em suas casas, no bairro Nova Brasília, quando foram detidos.

A invasão ao apartamento do influenciador Carlinhos Maia, na noite de 28 de maio, resultou em prejuízo de milhões de reais, com o furto de joias, dinheiro e outros objetos de alto valor de Carlinhos Maia, no imóvel localizado em Maceió, capital de Alagoas.

Redação com Lucas Isidio

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS