Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Redução no número de vereadores em sete cidades da Paraíba deve gerar economia de mais de R$ 1 milhão ao ano

O valor salarial mais baixo fica em Barra de Santa Rosa onde é pago R$ 5.500,00 a cada parlamentar. O maior valor é encontrado em Coremas, onde o honorário é de R$ 7 mil.

Publicado: 30/10/2023

FOTO: REPRODUÇÃO

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) vai pedir a redução do número de vereadores em sete municípios do estado, e isso deve gerar economia aos cofres públicos. A expectativa é de que as cidades em questão saiam de onze para nove parlamentares e, conforme levantamento feito pela reportagem, a diminuição dos custos somente com os salários deles deve ultrapassar o valor de R$ 1 milhão.

O Censo mostrou que Barra de Santa Rosa, Taperoá, Santa Luzia, Uiraúna, Teixeira, Soledade e Coremas tiveram redução no número de moradores e precisam diminuir a quantidade de vereadores de onze para nove. 

De acordo com informações, os salários dos legisladores nessas cidades variam de R$ 5,5 mim até R$ 7 mil. O valor salarial mais baixo fica em Barra de Santa Rosa onde é pago R$ 5.500,00 a cada parlamentar. O maior valor é encontrado em Coremas, onde o honorário é de R$ 7 mil.

As Câmaras Municipais de Taperoá, Santa Luzia, Uiraúna e Soledade pagam R$ R$ 6 mil a cada vereador. Já a de Teixeira paga R$ 6,5 mil.

Juntando todos os valores, por mês, essas Casas Legislativas desembolsam R$ 86 mil somente com os salários dos vereadores, o que dá um total de R$ 1.032.000,00 por ano.

Os dados são do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres), do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A economia apenas com o pagamento de salários, mas a redução dos custos deve ser ainda maior, já que os parlamentares têm gastos com assessores e verbas de gabinetes.

Com Nice Almeida/ClickPB

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS