Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Sobe para 95 o número de mortos pela tragédia no RS; 131 estão desaparecidos

Os dados são organizados e divulgados, diariamente, pela Defesa Civil do Rio Grande do Sul.

Publicado: 08/05/2024

FOTO: REPRODUÇÃO

Subiu para 95 o número de mortes causadas pelas chuvas no Rio Grande do Sul, segundo balanço divulgado pelo governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), em pronunciamento à imprensa, no fim da tarde desta terça-feira (7). Ainda há 131 desaparecidos e 372 feridos.

Os dados são organizados e divulgados, diariamente, pela Defesa Civil do Rio Grande do Sul. O relatório ainda também aponta que 401 cidades foram afetadas pelas enchentes, quatro vezes mais em relação ao desastre de setembro de 2023. Veja mais números:

  • municípios afetados: 401
  • pessoas em abrigos: 48.799
  • desalojados: 159.036
  • pessoas afetadas: 1.443.950
  • feridos: 372
  • desaparecidos: 131
  • óbitos confirmados: 95
  • óbitos em investigação*: 4

*Está sendo apurado se os óbitos têm relação com os eventos meteorológicos.

Por causa das enchentes, serviços essenciais foram interrompidos nas cidades gaúchas. Em Porto Alegre, por exemplo, muita gente está sem luz e há escassez de água potável, comida e combustível. Na Região Metropolitana, cidades estão isoladas, a exemplo de Guaíba, onde uma equipe da Band não consegue sair e foi abrigada por uma família.

Mais chuva no Rio Grande do Sul

Hoje, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu o alerta de “grande perigo” para chuvas volumosas no sul do Rio Grande do Sul. O temporal deve atingir a região até às 10h desta quarta-feira (8).

Segundo o Inmet, os temporais podem ultrapassar 100 milímetros, com queda de granizo e ventos superiores a 100 quilômetros por hora. Há grande risco de danos em edificações, corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores, alagamentos e transtornos no transporte rodoviário.

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS