Vereadores de Areial podem ser cassados; ENTENDA!

Segundo a denúncia, a coligação de oposição teria se utilizado de candidatura laranja

Publicado: 02/06/2022

FOTO REPRODUÇÃO

O Ministério Público Eleitoral (MPE) sugeriu a cassação de diplomas de vereadores eleitos e suplentes pelo MDB, em Areial, agreste do estado, devido denúncia de candidatura laranja nas eleições de 2020.

A coligação ‘É daqui para melhor’, encabeçada pelos partidos Cidadania, PT, PSDB, PTB, PSD e Republicanos, ingressou com uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) contra a coligação de oposição do MDB de Areial, e perdeu a ação em primeira instância, zona eleitoral situada em Esperança PB, sendo o pedido de cassação dos vereadores indeferido.

Após recorrer da decisão ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE PB), o parecer foi de cassação dos mandatos.

Segundo a denúncia, a coligação de oposição teria se utilizado de candidatura laranja, sendo uma das candidatas sogra do candidato a vice-prefeito Marcos André. Jacinta Moreira (MDB) não teria feito praticamente campanha e obteve apenas um voto.

No parecer de cassação ficou reconhecido a candidatura de Jacinta Moreira ‘como laranja’, sendo solicitado ao TRE que determine a cassação dos mandatos dos vereadores e suplentes que fazem parte do MDB, os vereadores Josa, Diego Martins e Aritana. Também foi solicitado a perda dos direitos políticos (oito anos), e a anulação de todos os votos do MDB na campanha de 2020 para vereador no município.

O recurso segue para o Pleno do TRE-PB, e caso o Tribunal acate o parecer do MPE, os vereadores Josa, Diego Martins e Aritana, poderão perder os seus mandatos e ficarem inelegíveis.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS