Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Após decisão judicial e ‘sumiço’ do prefeito, vereadores de Lucena adiam julgamento de cassação de Leo Bandeira para quarta-feira

A sessão que analisaria o processo estava marcada para hoje (01), mas nem o prefeito e nem os seus advogados compareceram ao Legislativo.

Publicado: 01/12/2023

FOTO: REPRODUÇÃO

A Câmara de Vereadores de Lucena adiou para a próxima quarta-feira (06) o julgamento da cassação do prefeito Leomax Bandeira. A sessão que analisaria o processo estava marcada para hoje (01), mas nem o prefeito e nem os seus advogados compareceram ao Legislativo. Além disso, uma decisão da Justiça anulou os atos administrativos que deram início a ação de cassação suspendendo as decisões relativas ao caso.

O presidente da Casa, Sandro Toscano, informou que os vereadores esperaram por mais de uma hora pelo prefeito Leo Bandeira ou seus advogados, mas como eles não compareceram, os parlamentares foram obrigados a adiar o julgamento.

“Como passou mais de uma hora não conseguimos, através das notificações oficiais, localizar o prefeito e nem os advogados, que mais uma vez se esquivou de receber as notificações, e como não se fez presente o prefeito e nem os advogados estamos remarcando para quarta feira essa sessão de julgamento”, informou Sandro Toscano durante o início da sessão.

O presidente do Parlamento Municipal requereu que a nova data seja amplamente divulgada por meio de edital publicado nos diários oficiais da Câmara de Vereadores, Prefeitura e Governo do Estado informando que “a sessão de julgamento será quarta-feira, improrrogavelmente”.

O presidente acrescentou que, com relação a decisão judicial, a Câmara ainda não foi notificada.

Com ClickPB

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS

Rolar para o topo