Convenção da Federação PT – PC do B – PV apresenta divergência de posição para Governo e Senado; agora é a Nacional quem decide

Diante das posições conflitantes, agora será a instância nacional da Federação, em São Paulo, quem definirá a situação.

Publicado: 06/08/2022

FOTO: REPRODUÇÃO

A convenção da Federação PT – PC do B e PV na Paraíba acabou sem consenso na indicação dos candidatos ao Governo e Senado, e a decisão agora estará na instância nacional.

Na convenção o presidente estadual do PT, Jackson Macedo encaminhou posição do PT indicando Veneziano Vital para o Governo e Ricardo Coutinho ao Senado, mas os presidentes do PV, Sargento Denis, e a do PC do B, Gregoria Benário, discordaram porque encaminharam posição favorável à candidatura de João Azevedo e de Polyanna Dutra ao Senado.

Diante das posições conflitantes, agora será a instância nacional da Federação, em São Paulo, quem definirá a situação.

Esta semana, a Executiva Nacional da Federação PT, PC do B e PV, chamada de Brasil da Esperança, aprovou a aliança com MDB da Paraíba. Ou seja, o grupo terá que, oficialmente, apoiar o pré-candidato ao governo emedebista, Veneziano Vital.

A aliança foi aprovada, por unanimidade, inclusive com votos de integrantes nacionais do PV e do PC do B.

No dia seguinte, o presidente do PV da Paraíba, Sargento Dênis, revelou que iria recorrer após a decisão. Sargento Dênis disse, ainda, que com o imbróglio alguns pré-candidatos desistiram de disputar o pleito e outros irão continuar apoiando João Azevêdo (PSB). O PCdo B tinha apresentado a pré-candidatura do professor Rangél Junior ao Senado.

PB Agora

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS